Coopmetro participa da Reunião Virtual do Movimento Fraternal Coop com a participação de 16 cooperativas.

Dentre outros assuntos foram discutidos: alinhamento dos propósitos sociais do Movimento Fraternal Coop, palavra-aberta aos presidentes para compartilhar a situação atual de cada cooperativa diante da crise instalada pela pandemia do Covid-19, alinhamento das ações para o Dia C 2020
02/06/2020

A Reunião Virtual do Movimento Fraternal Coop aconteceu no dia 22 de maio de 2020, e contou com a participação de 16 cooperativas. Dentre outros assuntos foram discutidos: alinhamento dos propósitos sociais do Movimento Fraternal Coop, palavra-aberta aos presidentes para compartilhar a situação atual de cada cooperativa diante da crise instalada pela pandemia do Covid-19, alinhamento das ações para o Dia C 2020 em acordo com as orientações do Sistema OCEMG e a definição do público-alvo que será assistido assim como estratégias de atuação.

O professor Geraldo Magela participou desta reunião e fez algumas explanações quanto aos propósitos  que nortearam a criação deste movimento em 2002. Dos quais destacamos a fraternidade, a solidariedade e o voluntariado. 

Logo após foi dado a franqueada a todos os presidentes e participantes da reunião que puderam fazer suas considerações quanto ao cenário atual enfrentando por sua cooperativa neste momento de pandemia. Foram destacadas boas práticas, palavras de incentivo e também apontamentos de necessidades de cooperados de ações assistencialistas endereçadas a seguimentos do cooperativismo que estão em fragilidade. 

Neste momento foi proposto um mapeamento de cooperados/famílias ligadas as cooperativas participantes do Movimento Fraternal Coop, através de um cadastro eletrônico, que será disponibilizado afim de mensurarmos a quantidade mínima necessária na ação de arrecadação de alimentos. 

Conversamos também sobre programas de Teleconsulta para atender pessoas com necessidade de orientações médicas, em especial, as famílias de cooperados. 

Ressaltou-se também a importância de um instrumento de escuta para apoio dos mais necessitados, não só do amparo de alimentos, mas também voltados para a saúde mental e emocional de cooperados e famílias. 

Evaldo Matos - representando a Coopmetro e a Fetranscoop-MG.

Destacou a importância das cooperativas se atentarem para esse novo momento não somente sobre ótica dos desafios mas também das oportunidades. Como enfrentamento da crise gerada pela pandemia destacou: as práticas de intercooperação, a mudança do comportamento do consumidor, que com certeza, trará mudanças nos nossos negócios. Destacou a atuação das cooperativas de transporte de cargas e passageiros no mercado de e-commerce e serviços de delivery. Como ação assistencialista propôs uma atenção especial aos cooperados das cooperativas de transporte de passageiros (táxis e escolares).

Ricardo Santos - Cooperativa dos Empreendedores

Ressaltou a necessidade acelerada de transformar o cotidiano das cooperativas para um ambiente digital. Destacou a adesão da cooperativa ao sistema de trabalho em home office e os bons resultados que está colhendo. Propôs a implementação de um projeto de assistência social voltada para aqueles que estão tendo dificuldades com a crise, através de uma especie de serviço de escuta para contribuir com a a saúde mental e emocional.

Izabela Silva - Coopsev

Cooperativa modificou rapidamente a sua estrutura para atendimento virtual de toda a equipe de apoio, inovou com a comunicação digital implementando um boletim eletrônico para que os cooperados possam acompanhar as principais ações e novidades da cooperativa. 

Cesar Mattos- Sicoob Coopemata

Destacou a experiencia pessoal muito rica de aproximação da família. O Sicoob Coopemata não parou suas atividades nas 16 cidades na qual atua. Mencionou as diferenças de posicionamento das prefeituras quanto as ações para conter os efeitos da pandemia. E reforçou aumento das linhas de crédito para micro e pequenas empresas e o comprometimento da cooperativa com este público.

Lazara Silva - Uniodonto-BH

Destacou que o medo causado pela pandemia tem afastados os pacientes dos consultórios odontológicos agravando significativamente o trabalho dos cooperados dentistas com baixíssimo volume de serviços. A cooperativa esta atenta as orientações ao conselho de odontologia que enfrenta dificuldades técnicas impostas pela vigilância sanitária que constantemente modifica os protocolos de atendimento causando ainda mais instabilidade para o segmento. 

Nalva Santos - representando a presidência da Coopermoda

Foi relatado pela Nalva Santos que boa parte dos representantes do mercado da moda cortaram a comissão dos consultores de da cooperativa pela metade gerando instabilidade entre os cooperados. O mercado da moda mineira esta totalmente parado, mas a cooperativa esta se preparando para entrar no ambiente virtual e gerar mais oportunidade de trabalho para os cooperados. 

Capitão Rosa - Sicoob Coopemg

Cooperativa esta com 70% do efetivo trabalhando em home office, e destacou para a necessidade da valorizar a intercooperação, não somente na fala, mas na prática como forma instrumento de fortalecimento da integração das cooperativas.  

Cristiano Almeida - Conap

O nosso produto reforça os produtos oferecidos pela cooperativa reforçam a 

saúde das pessoas, e que por isso o consumo aumentou em 30%. Esta valorização do uso de Própolis e Mel gerou reflexo com o aumento das exportações da Conap e que com o aumento do valor do dólar a cooperativa tem melhorado o seu resultado financeiro gerando mais renda para os apicultores filiados a cooperativa.

Carlos Sampaio - Integral APS

Atendimento por Telemedicina, chegou pra ficar, muda o cenário de trabalho do médico. A Telemedicina é uma modalidade de atendimento médico a distância, que utiliza plataformas digitais e tecnologia de informação e comunicação que garantam características essenciais de um atendimento em saúde, como integridade, segurança e sigilo das informações.




Siga-nos:

         

©2020  Coopmetro. Todos os direitos reservados  

Contatos:

Escritório Central:
R. Maria Auxiliadora, 58 - Pirajá, Belo Horizonte, Minas Gerais, CEP 31910-560 Fone: (31) 3408-8300

Filiais:

Para maiores detalhes, Entre na página de Contatos